Voltar a página inicial Entre em contato
    APRESENTAÇÃO

A identificação do tabagismo como uma das causas de adoecimento e morte das mulheres brasileiras fez com que a Rede Feminista de Saúde incorporasse ao conjunto de suas atividades o projeto As mulheres e o tabagismo - uma nova questão na agenda feminista. Desta reflexão resultou a pesquisa Gênero e Tabaco desenvolvida em parceria com a ong Coletivo Feminino Plural, de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, e com apoio da Aliança de Controle do Tabagismo - ACTbr. A Rede contou ainda com a participação e apoio técnico do Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre a Mulher e Gênero – NIEM da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o grupo de trabalho absorveu integrantes de Maria Mulher - Organização de Mulheres Negras, também de Porto Alegre.
 

O estudo desenvolvido em 2009, por um período de sete meses, e aplicado em 12 estados e Distrito Federal, reforçou o que outras pesquisas já haviam revelado: o consumo do tabaco é, sim, uma questão de saúde pública no Brasil. O trabalho, no entanto, se diferencia quando foca olhar das mulheres quanto às campanhas publicitárias voltadas ao combate ao tabagismo. Uma parcela das entrevistadas critica o caráter culpabilizante imposto aos tabagistas nessas propaganda, principalmente quando o alvo é o público feminino, como também identifica estereótipos vinculados à maternidade e a não consideração das mulheres como sujeitas do direito à saúde.

A síntese da pesquisa Gênero e Tabaco, que ora se apresenta neste microsite, traz considerações que permeiam pelo movimento feminista como a exigência de políticas públicas pautadas no princípio da autonomia, na oferta de meios para a tomada de decisão,no envolvimento das mulheres no debate e elaboração de estratégias que previnam sobre a epidemia do tabaco e alertem para os benefícios de uma vida livre do tabaco.

O microsite Tabaco e Gênero apresenta ainda uma série de textos sobre a temática, legislações e normas pesquisadas no universo da web com o intuito de contribuir com referências importantes para um melhor entendimento das pecularidades do tabagismo na vida das mulheres.

 
Rede Nacional Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos | Rua: Manoel de Oliveira Ramos, 43. Sala 110 - Estreito - CEP: 88075-120 Florianópolis/SC (48) 3025-4998